especialidades_suprarenalAs supra-renais, também conhecidas com adrenais, são duas glândulas, que como diz o nome, localizam-se em cima dos rins.

As adrenais exercem importantes funções no organismo através da produção dos seus hormônios.

Os principais são:

• Cortisol: É o chamado hormônio do estresse (estresse físico, que ocorre em cirurgias, infecções, traumas etc..). Uma das suas principais ações é garantir glicose (açúcar = energia) para as células, seja antagonizando a insulina ou estimulando a transformação de gorduras e proteínas em glicose. Também age modulando nosso sistema imune (sistema de defesa contra infecções). É o hormônio que prepara nosso corpo para lutar contra estresses.

• Adrogênios e estrogênios: São respectivamente os hormônios masculinos e femininos. ( leia sobre anabolizantes).

• Aldosterona: Age no rim controlando os níveis de sódio e potássio na urina e no sangue. É um dos principais hormônios no controle da pressão arterial ( leia sobre o sal e hipertensão).

• Adrenalina: É mais um hormônio do estresse. É chamado o hormônio de fuga ou luta (flight or fight em inglês). Quando liberado promove aumento da frequência cardíaca, da pressão arterial, do aporte de sangue para os músculos, aumenta a glicose disponível para as células e dilata as pupilas. Se o cortisol prepara o corpo para aguentar o estresse, a adrenalina promove os meios para o corpo atacar ou fugir do mesmo.

Sabendo para que serve a supra-renal e o que seus hormônios promovem, fica fácil entender alguns sintomas da insuficiência adrenal.

– Hipotensão e choque circulatório
– Distúrbios do potássio e do sódio
– Hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue)
– Alterações dos hormônios sexuais.
– Astenia crônica
– Anorexia (perda de apetite)

A principal causa é a doença de Adison, uma doença auto-imune (aquelas em que o organismo indevidamente produz anticorpos contra si mesmo). Mas pode ser causada por tuberculose, infecções graves, drogas e várias outras.

O excesso de funcionamento da adrenal normalmente está associado a tumores na mesma. Dependendo de que hormônio o tumor produza, teremos os sintomas:

– O excesso de cortisol causa a síndrome de Cushing, que cursa com diabetes, ganho de peso, supressão do sistema imune etc..

– O excesso de aldosterona causa baixa de potássio, aumento do sódio no sangue e hipertensão.

– Excesso de adrenalina é normalmente causado por um tumor chamado feocromocitoma, que provoca hipertensão, suores, palpitações, e dores de cabeça.

Doenças mais frequentes:

• Adenomas
• Tumores malignos
• Insuficiência da supra renal